31.10
2008

parece “skate”
da para executar “Tricks” de Street e Free style

Feito de Uretano 78 A

Olá amigos leitore(a)s do skatecuriosidade…

Só podia ser invenção dos americanos um “truck” feito de Uretano (78A)bem soft (macio) e estacionário , vc compra e coloca em um deck com lixa no seu “skate” estacionário, e está pronto para vc treinar Ollies, flips, e manobras de free style, nos EUA existe até um tipo de Champ todos tem que fazer a mesma manobra, que vai dificultando cada vez mais,que erra sai, quem conseguir fazer as manobra mais difícil sem errar, ganha champ.
Aqui no Brasil foi lançado como POP Truck e aos poucos está sendo conhecido pelos skaters.
Meu Irmão tem um, e confesso que nunca tinha visto ao “vivo”… e achei bem divertido “diferente” pois como não tem as rodas vc não se desequilibra… e é ideal para se aprender o movimento das manobras…mas dar em cima do skate de verdade, ai já é outra História…..

Assista – Softtruks

http://br.youtube.com/watch?v=U_EzfkL53Iw

Abraço a todos

30.10
2008
Bob Mohr campeão mundial de Highjump de 1976, com 1.65m,  batido pelo Ingles Travor Baxter- 1.67m em 1982
Record de  Barriljump de 1977 skater Ernie Martins distância de 4 metros e cinquenta centimetros ,logo batido pot Tony Alva com 5.18m, tb em 1977
A Team Free Former, em um “Jump Car” Mark Bowden, Brian Beardsley, Ty Page – foto da revista skateboard Magazine de 1977.

Olá amigos leitore(a)s  do skatecuriosidade…

Estas modalidades de skate praticamente foram extintas:
Highjump (modalidade que o skater tem que ultrapassar em altura, uma vara, voltando no próprio skate), mas recordista que consta no Guinness Book é o ingles Travor Baxter co 1.75m em uma competição na França em 1982, aqui no Brasil o recordista e o Paulista Willian Seco com a marca de 1.43m, na competição “virada Esportiva” em São Paulo dia 21/09/2009.
Barrel jump (modalidade em que o skater tem que saltar o maior números de barris de plásticos, vindo em um skate, saltando, e aterrizando em outro.)
São modalidades que no meio da década de 70 eram muito utilizados nas competições, e raro uma revista de skate da época que não tinha foto destas modalidades, que “pareciam ser Fácil” mas eram muito técnicas de serem executadas. O recordista desta modalidade é  skater Tony Alva com 5.18 m sobre 17 barris no campeonato mundial de skate profissional realizado em Long Beach (c.a) Eua em 25/09/1977.
Tanto o Highjump, quanto a Barrel jump foram tão importantes que entraram para os Guinness Book(livro dos recordes) , anos depois  recordes mundiais , tanto em altura (High) como distância (Barril) foram batidos.
Participei de alguns campeonatos regionais no final da década de 70 em que era “obrigatório” colocar no meio da linha de free style as manobras de Highjump e Barrel jump, que com certeza renderia boa nota.
Mas estas modalidades acabaram caindo no esquecimento e foram extintas, nos últimos anos vem sendo redescoberta.

Abraço a todos

 

29.10
2008
era preocupante?
Para ler clique na imagem

as lesões mais comuns!!!

Os Joelhos eram “uma preocupação”
super importante , a hidratação!

Olá amigos do skatecuriosidade

As Revistas Overall do final da década de 80 já se preocupava com o bem estar dos skaters, e criou uma Pagina falando dos riscos sofridos pelo corpo em um esporte tão radical.
O textos e dicas são do Dr Oskar Metsavah chefe da Reabilitação em traumatologia da escola Fisilabor, do Rio de Janeiro, as ilustrações são do Cassio Leitão.
Temas como : Joelho, Ombro, pulso, tornozelos, pés, eram abordados (normalmente onde ocorre as maiores lesões).
A matéria também abordava a importância da água, isotônicos(novidade da época) e dos exercícios de alongamento, e preocupação com os estimulantes, antes da atividade radical.

abçç a todos.

28.10
2008
Capa do Livro
Livro com mais de 350 adesivos.
Alguns raros e clássicos, com mais de 30 anos.
Criativos!!
Este são alguns dos meus, que aproveite os “espaços” em branco para gruda-los.

Olá amigos  leitore(a)s do skatecuriosidade

Mark Munson, skater, snowboardr e cinegrafista, que trabalhou na Airwalk durante 14 anos, e fez muitos filmes de snowboarder e skateboards.
Steve Cardweell , tamém skater e snowboards trabalha para a Fiteenten Desing.
Juntos Mark e Steve lançaram em 2004 o Livro ” SKATEBOARD STICKERS” com 150 pg e mais de 350 adesivos, muitos clássicos e raros, alguns com mais de 30 anos.
Este livro e meu, aproveite os espaços em branco para colocar muitos dos adesivos clássicos que guardei durante muitos anos , achei que seria a melhor maneira de preserva-los, em um livro destinados só para adesivos, também uma maneira de ficar mais fácil para mostra-los.

Acervo pessoal – Eduardo Yndyo

Abraço a todos.

27.10
2008
Adesivo comemorativo 30 anos

Projeto do 131mm Super Wines -1978
Vitello,Swenson, Novak – trabalhando na fundição
Fundição atualmente
O Símbolo da Igreja Católica de onde se tirou a ideia da CRUZ
A Independent tb produziu Roller.
Garoto propaganda da Ind o skater Mike Alba.
Propaganda nas melhores revistas, e com os melhores skaters.
O Gigante truck 215 mm

Dois modelos de stage: acima o Stage II de 1981 o stage VII de 1993, e “bem usados”.
Os modelos coloridos de 2005,

o Stage X de 2008

Olá amigos do skate curiosidade…

Em 4 de julho 1978(dia da Independência dos EUA) os amigos Fausto Vitello, Erick Swenson, Jay Shuirman e Richard Novak, fundaram a em São Francisco Ca. a Independent Truck Company.
Como Fausto Vitello já tinha experiência de ter trabalhado da Ermico Co. (fabrica que desenvolveu o truck Stroker e Rebound ) levou sua experiência para a nova Cia.
Com uma concorrência acirrada pelos trucks da época – Bennett, Traker,Gull Wing, Lazer, ACS, Vitello de e seus sócios, alugaram um galpão na periferia de São Francisco , que tinha sido utilizado para produção de armamento bélico para o Exercito Americano, aproveitando a estrutura já existente (fornos, prensas..), Passaram a produzir inicialmente o Independent 131 mm.
Nos meses seguintes produziram a serie stage 1 – (131 Super Wides, 151 Fuking Wines, 159 Wines, 169 Mother Fuking Wines, 215mm Big Ten).
A basicamente Independent nunca mudou sua formula (apenas os eixos ficaram mais leves e bonitos ) mas se comparar o stag 1 com o 10 verá pouca diferença.
Atualmente os eixos estão no Stag 10
Com propaganda criativa nas skate magazines e patrocinando um time com os melhores skater do mundo a Independent se firmou como uma das maiores e mais importantes empresas do skate, vendendo trucks para mundo todo e também produzindo, acessórios, Roupas, Bags, Packs, e as peças genuínas para os trucks.
Eu como skater sou fiel ao Independent, uso a marca desde 1979, o primeiro foi 131mm Super Wines e ao longo destes anos colecionei Inds. (tenho 131,151, 149,159,169,215mm) atualmente uso um Ind 169mm stage 9, e para falar verdade acho muita pouca diferença entre o 131mm que usei em 1979 com o 149 mm de 2007.
Isto prova que time que ta ganhando não se mexe…
Em 2004 a Independent completou 25 anos e fez lançamento do Built to Gring , um livro contando toda trajetória da Empresa.

Fonte –  Book Built To Grind – 25 years Independent Truck Company 320 paginas color – Acervo Eduardo Yndyo

Abraço a todos

 

24.10
2008
Uma das primeiras propagandas.
Primeiro logo, 1976
Primeiras propagandas da Star-Trac na revista skateboard Magazine

As Rochas Kryptonitas
Logo de 1977 

Propagandas criativas feita para revista skateboards Magazines
para Slalom, Race e Bowl.
Miolo de Nylon, com rolamento da Kryptonics
Estojo com jogo de rodas de 1978
Logo dos as 2000
as Kryptos Shadow 63mm (97 A) para pista
As Lindas Translucidas Cruise, muito procuradas…
Skate e rodas de 2008

Olá amigos  leitore(a)s do skatecuriosidade…

Tida como uma das mais  famosas marcas de rodas do mundo a Kriptonics , Era fabricada no estado americano do Colorado (CO), bem longe da Califórnia.
Fundada em 1965 na cidade de Bouer,Colorado a empresa Kryptonics Inc, teve como teste a Burniside Skate Park(co) ,fazia rodas de Clay(resina com cerâmeica) e Baquelite(mesmo material do cabo de panela) para marcas como Hobie e Makaha. Só em  em 1975 lançou a Star-Trac/ e em 1976 mudou o modelo e lançou a  os famosos modelos de  60, 65 e 70mm(pioneira em usar Nylon no miolo), em três cores: verde(Hard) azul (media) e vermelha (Soft), vinham dentro de um estojo cilíndrico.  A Kriptonics  era propaganda constante e  super criativas nas mundialmente conhecidas revistas  Skateboarder Magazine. era o sonho de consumo de todo skater do final da década de 70.
No inicio de 1980 a Kryptonics Inc, surgiu no mercado com novos modelos:
As Cx Series Cônicas de 63 e 66 mm (miolo de nylon, e com novidade os rolamentos também Kryptonics)usadas para Bowls e Halfs
As Cs Series para slalom e street – 63mm para modalidade de slalom Tigt, e 68 mm para modalidade de slalom Giant e 60mm para modalidade street.
Serie A – somente para Race: Red (78 A), Orange (88 A), Yelow (86 A).
Neste mesmo ano lançou Deck revestido com  Uretano
Atualmente a Kryptoniccs produz dezenas de produtos (decks , rodas, capacetes, roupas e acessórios )
Mas uma das rodas mais procuradas ainda é a linda Kryptonics 70mm translúcidas ( Crusie , 78 A)
Durante a minha vida de skater já tive várias rodas, mas as que mais me marcou foi a Kryptonics ( 65 mm,azul) que ganhei do meu pai (1978) , atualmente tenho uma (70mm ,78A, azul) em meu skate Longboard…

Saiba mais www.skatecuriosidade.com/rodas/depois-de-37-anos-relancamento-da-kriptonics-wheels-anos-70s-2013

Abraço a todos