2010
03.08

 

Benrose/Nakano deck madeira compensada

Benrose deck madeira compensada

 

Nakano -

Vendido nas magazines dos ano 70.

Vendido nas magazines dos ano 70.

Benrose de shape acrlico... quebrava fácil...

Olá amigos leitore(a)s dos skatecuriosidade

No meio década de 70 a indústria de skate nacional começava a crescer , surgiam  marcas (skate completo) como Torlay, Rk, Benrose, Vortex , Mg,  skate  Bandeirante, e a empresa  Paulista  de  skate Nakano/Benrose( Benrose Ind. Prod.Ltda). Sabe -se muito pouco sobre a história da Nakano/Benrose( truck simples , rodas baquelite com  e dois tipos de decks (acrílico e madeira compensada) ,  Os modelosBenrose  com shape de acrilico saia com haste de ferro(para não quebrar o fino acrilico), mas não adiantava de nada  normalmente quebrava no tail(eu tive Benrose e quebrou no tail) os dois  modelos são tidos  como raros, foram feitos poucas unidades. Hoje só na mão de colecionadores.

skates – acervo Eduardo Yndyo.

Abraço a todos

6 comentários para

Comentári
  1. Nos anos 80 rolou a venda de skates Nakano no Mappin… Ganhei o meu no Natal d 87, mas não tenho imagens… Era um modelo “Nakano Panther” retão… Queria muito uma imagem, c alguem tiver dá um alô, ok? robinhocausador@hotmail.com ou Robinho Causador (Facebook)

  2. Ganhei um Benrose no natal de 76, na época morava em Ribeirão Preto. Um skate bem simples, deck de compensado, reto, com tail e nose iguais e com uns apliques circulares (+/- 5cm de diam.) colados sob ele para dar alguma aderência ao deck (o que não adiantava em nada). Trucks primitivos de ferro que quase não viravam, roda pretas duras que escorregavam. O deck era envenizado e a madeira clara. Junto com os Bandeirantes, era o que tinha de mais acessivel de skate. Apesar de toda simplicidade me diverti bastante com ele. Até que um dia andei e um RK com rodas de poliuretano transparentes e trucks Benett Pro. Ai o mundo acabou, este passou a ser meu sonho de consumo – mas esta é outra estória.

  3. Nossa, como a gente não dá valor no que tem quando é menino, meu tio deu um nakano parecido com esse da imagem a diferença que não era verde e sim preto, ficou depois de alguns anos no quintal de casa tomando chuva até litealmente esfarelar, vi um no Mercado Livre igual ao que eu tive e o vendedor pediu a bagatela de R$ 800,00.

  4. Pois é galera, eu sou de Ribeirão Preto e da mesma forma que o brother Robinho, eu tambem tive em minhas mãos meu primeiro skate em 1987. Ele estava sozinho no alto de uma prateleira do Jumbo Eletro Radiobrás (supermercado da época que mais tarde nos anos 90 se tornou Pão de Açucar). Meu pai comprou no meu aniversario de 8 anos. Por acaso éra um NAKANO e por isso mesmo levo esse nome na memória. Vivi mais de 15 anos envovido no skate como atleta amador e o primeiro skate ninguem esquece. O meu éra cinza escrito nakano de baixo e me parece que os trucks eram estilo patins mesmo, mas ja tinha um shape mais quadrado do que os da foto. Tambem nunca achei uma foto do modelo na internet e não sei ao certo se éra esse Panther que foi mencionado.

  5. Nussssss Nakano Saudades .. Tive o meu comrado em Carrefour Pinheiros SãoPaulo -SP na época, saudades para o meu passaporte para o mundo skate e aperfeiçoamento com ele em Marquise do Parque Ibirapuera Power skate para a época !!!

  6. Tive um nakano preto de acrilico, nossa que saudades gente. kakakkaka lembrei como se fosse hoje meu pai chegando ao aeroporto e ainda no carro abri a caixa com o skate, que sensação gente! Que sensação! Que saudades! hahahah, agora pensa quando começei a andar nele o diabo não fazia a curva, kkkkaa, fiquei pu…. Na época meu irmão tinha um torlay. Que ódio senti dele. Mas depois voltou a paixão. De tanto o pessoal falar que ele era bonito passei a achar o skate mais lindo do planeta…. hahhahah, vai entender a juventude. No mais gente, é isso. Saudades de uma época feliz em que com meu nakano, o torlay do meu irmão e o bandeirantes dos vizinhos. Eles eram o sinônimo da palavra Alegria. Os hang tens vi em 1978 na argentina aí tudo passou a ser menos, hang ten de acrilico loucura, loucura, loucura… A chegada de Mornak em 1977, do nakano em 1979. e a fugida do hotel em buenos aires, de três garotos, meus irmãos de 8, 9 e 10 anos para ir à loja de skates que ficava do outro lado da rua quase nos perdemos em Buenos aires,, kkakakakkak.

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.